Criando um mundo à minha medida... -"Grande mundo!!! Tu só medes 1.80"...

Quinta-feira, 03 de Janeiro de 2008

Esta a chover a potes na rua.

Encontro-me mais uma vez, naquela fase de melancolia… Penso se isto será algum tipo de sinal, chuva, melancolia, solidão…

Estou mais uma vez nesta cama tão vasta e ao mesmo tempo tão aconchegante, e de ti??? Nada sei, sinto-me ainda mais melancólico…

Depois do dia de ontem, em que vi a vontade de querer partir deste mundo e encarnar no outro, depois de derramar mais lágrimas, que por muitos foram inferiorizadas, por terem caído dos meus olhos e não dos olhos de uma mulher (senti que até no chorar, nós homens somos recriminados por nós próprios. Dizemos que é todo a base de teatro, ou a expressão que gosto mais de ouvir: “são frescuras”, irónico, até parece que quando uma pessoa chora, as lágrimas que são libertadas não são lágrimas sentidas, por várias razões, ou apelos de compreensão e carinho, de alegria e de satisfação, de até mesmo raiva e frustração).

No dia de hoje, a minha vontade de ficar triste apaziguou-se devido à chuva, que autoritariamente batia e abatia furiosamente os meus estores.

Abri os mesmos e vi que na rua todo estava encharcado, vi a sorte que tive em hoje ainda estar na cama e não ter que enfrentar mais esta guerra.

Voltei a deitar-me e pensei: “Na solidão do meu ser, cresce a necessidade de se querer viver. Posso agora estar sozinho, a ouvir a chuva nesta enorme cama, mas sei que em algum lugar, encontra-se a outra parte que me complementará um dia, que fará de mim um ser realizado.

Pode não ser hoje, nem amanha, nem depois de amanha, nem num futuro próximo, mas sinto que um dia irás sentir-te como me sinto hoje e virás a minha procura.

Acho que quando nascemos, já deveríamos saber localizar onde é que estão as partes e as pessoas que nos fazem falta para a vida, acho que assim a efemeridade da vida seria melhor aproveitada… Mas não, haveria sempre alguém que não concordaria, pois assim não haveria guerras nem pessoas a passar fome, e assim não seríamos uma grande sociedade… (ironia)

São estas as coisas que me fazem pensar se irei querer ter filhos nesta sociedade que a pouco e pouco auto mutilasse….    

sinto-me: Com ataques nos ataques...
música: Sara Tavares - Longe do Mundo
publicado por EA às 20:39

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16

21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


Últ. comentários
Olá Daiane!Sou Psicóloga e fazendo uma pesquisa no...
Olá ! Agradeço as visitas que recebo de sua parte ...
Não pude deixar de vir cuscar e comentar! Goste...
Olá! =)Todos nós merecemos um "miminho" ocasionalm...
Oh... Isso foi tão incrivelmente fofo. Agora fique...
Gosto
boa música e bom vídeo!
Dói sim! Só pode doer, quando o ser interior é tão...
Olá :)Gostava muito de falar melhor contigo! Neste...
Nicka, até eu gostava de ouvir um seu "meo" da pes...
O que me vai na alma...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro