Criando um mundo à minha medida... -"Grande mundo!!! Tu só medes 1.80"...

Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007
Ando estrada fora, sem sentido, rumo ou destino certo… Penso que para ti sou apenas mais um, descartável e vulgarizado por todos aqueles que já tiveste. Acordo e penso se valerá a pena acordar, vestir, rir, chorar ou qualquer outro gesto… Questiono-me se devo continuar a viver, pois tu eras a gravidade do meu mundo, aconselhavas-me a ficar os pés em terra e reflectir acerca dos meus, teus, nossos problemas... Pensei isolar-me, fugir de ti, passar por locais onde sei que não costumas frequentar, para que a dor de te ver fosse desaparecendo, mas não valia a pena… Fosse o que fosse que observa-se, lembrar-me do teu jeito de ser, do teu olhar, do teu cheiro, humm como tenho saudades do teu toque, de sentir a tua doce pele a passar-me pelos lábios, dos momentos em que sentia-me especial e único… Agora de nós, resta apenas os porta-retratos, recordações, e principalmente em mim, o vazio, que preenchias com o teu amor. Tentei o suicídio, mas não resultou... Só imaginar que não poderia ver-te mais, fez com que a minha vontade de morrer termina-se em breves segundos…. Sei que não estas comigo, nem que me amas como dizias, mas eu por ser estúpido e amar-te de verdade não te vou perseguir nem tentar fazer-te mudar de ideias, mesmo tendo o meu coração apertado e ferido por dentro com tua ausência, serei forte! Por muito que custe, tens em tuas mãos a tua vida e a minha, pois quando foste embora levas-te ambas contigo… Mas de uma coisa não posso abdicar, de espreitar-te quando estas a sair de casa sem que notes, ou quando estas a comer aquele gelado que em tempos foi nosso, ou ainda o que não poderei mesmo evitar é de recordar-te quando passa a nossa música, que insistentemente procuro no rádio, ahhhh lembras-te como fazíamos planos ao som dela, lembro-me como se fosse neste preciso momento, estávamos em tua casa, mais ninguém estava... Éramos loucos por fazer viagens e conhecer o mundo, Egipto, euroupa, Brasil…. humm momentos que não esqueço. Mas tu já nem te deves lembrar, de um momento para o outro disse-te que já não me amavas, que era todo um equívoco. Será que o que se passou entre nós não significou nada para ti???
sinto-me:
publicado por EA às 13:44

De Anónimo a 12 de Outubro de 2007 às 19:15
cool =)

De Ametista a 15 de Outubro de 2007 às 22:25
Gostei bastante. Deves continuar a escrever..


mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

14
16
17

21
22
23
25
26

28
29
30
31


Últ. comentários
Olá Daiane!Sou Psicóloga e fazendo uma pesquisa no...
Olá ! Agradeço as visitas que recebo de sua parte ...
Não pude deixar de vir cuscar e comentar! Goste...
Olá! =)Todos nós merecemos um "miminho" ocasionalm...
Oh... Isso foi tão incrivelmente fofo. Agora fique...
Gosto
boa música e bom vídeo!
Dói sim! Só pode doer, quando o ser interior é tão...
Olá :)Gostava muito de falar melhor contigo! Neste...
Nicka, até eu gostava de ouvir um seu "meo" da pes...
O que me vai na alma...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro