Criando um mundo à minha medida... -"Grande mundo!!! Tu só medes 1.80"...

Sábado, 26 de Setembro de 2009

Olá, desconhecido.

 

Começo a notar que escrevo apenas quando estou relativamente mal, triste, no poço mesmo. “Bad day, looking for a way!”

Atravessei/atravesso semanas difíceis, problemas recorrentes de outros problemas, aglomerações de problemas, em suma, falta de soluções aparentes.

 Estou mais uma vez sozinho, num momento em que qualquer tipo de apoio seria a chave sorteada para avançar em frente, para tentar alcançar as tão esperadas metas das quais, nunca coloquei a vista em cima. Ok, admito, sou a porra do murro das lamentações! Guilty. Mas se não sou eu a queixar-me dos meus problemas não estou a ver mais ninguém a faze-lo por mim. Preciso às vezes de desabafar, nem que seja aqui, espaço que ninguém vê nem conhece, espaço só meu, a minha realidade complexa.

Será que sou uma pessoa tão exigente, a quem nada lhe chega? Pessoa que não consegue ter ninguém ou preservar alguém? Serei a personificação do bicho papão do qual todas as pessoas fogem e ninguém lhe dá a oportunidade de mostrar quem é…

Apenas quero o meu sorriso e ver aquele olhinho verdinho de novo acesso :)

Quem lê isto pensar, wtf?? :/ mais um atrofiado no mundo. Apenas poderei dizer:  Aqui estou!

Bad day, looking for a way.. The great escape!

sinto-me:
música: Great escape
publicado por EA às 23:24

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

Pensamento para o dia de hoje: Não deixes que ninguém veja que estas em baixo! A preocupação daqueles de quem gostas não ajuda a levantar, mas sim, deixa-te ainda mais afundado...

 

Lalalala hoje vou ser um bocadinho de tudo, misturado com bocados de nada =)

sinto-me:
música: Happy tree friends
publicado por EA às 10:16

Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

Ou nos adaptamos à mudança ou ficamos para trás!

 

 

música: Shery Crow - I Shall Believe
publicado por EA às 11:48

Sexta-feira, 07 de Novembro de 2008

 

We need you to get your happy ending...

música: Yann Tiersen - Pale White
publicado por EA às 21:55

Sexta-feira, 01 de Fevereiro de 2008

Aqui estou, sentado dentro desta casa que abriga a minha dor, a tua falta a minha paixão. Olho para o céu que se encontra estrelado. Penso de como seria bom partilhar este momento, de poder ter uma conversa agradável, de como deveria ser, ver-te com a luz do luar.

Com o dedo, faço pequenos círculos de açúcar que se encontra em cima desta pequena mesa, onde deixei o café quente que estava a tomar. Sonho como tudo poderia ser diferente, de como mudei e não te avisei, de como nem eu me apercebi que estava a mudar… Os avisos eram constantes, mas nunca dei o devido significado a eles, pensei que estava melhor, que apenas não estavam habituados a um novo eu…

Agora, enrolado a este cobertor vejo que tinham razão, que a minha mudança tinha sido radical e regressiva…

Mas hoje recebi uma mensagem que deixou-me contente, amigos importante dando-me força para não desistir, que eu sou demasiado importante para ir a baixo.. Acho que era o que precisava de ouvir. As suas repreensões foram verdadeiras mas, o mais importante foi, não me deixarem a lutar sozinho…

Agora ao ler a mensagem começo a ver que ainda bem que existem e, como é bom ser algo de especial para alguém… Acho que o que me falta para ultrapassar esta fase por completo é ter-te comigo, do teu apoio e dedicação, do teu sentido de humor, de apenas te ter aqui…

Irei continuar a espera de ti, quer venhas ou não.. Posso até percorrer outros caminhos que me conduzam a novos desafios, mas em principio, não irei esquecer-te tão depressa…

Agora vou mas é acabar o café e voltar para dentro, o frio começa a apertar…

sinto-me:
música: Tiago Bettencourt - O campo
publicado por EA às 11:50

Quinta-feira, 06 de Dezembro de 2007
                      
                       Não venho a procura de mais um corpo,  
                        mas sim de uma única alma...
sinto-me:
música: Tiago Bettencourt - Música de Filme
publicado por EA às 20:34

Sexta-feira, 23 de Novembro de 2007

                  

                       Se arrependimento mata-se…

    Provavelmente a esta hora o meu corpo estaria estatelado neste frio chão de cerâmica….

                      Quero, preciso e desejo mudar…

sinto-me:
música: Right Said Fred - I`m too sexy
publicado por EA às 18:25

Domingo, 04 de Novembro de 2007
Sou alguém que da vida pouco ou nada sabe. Sou um ser por muitos odiado e por outros desprezado.
Viver a vida sem amar é pior do que vive-la sem alguém para partilhar os momentos.
Sozinho na escuridão do meu ser, vivo para dar prazer aos outros. Será esse prazer aproveitado ou será tempo desperdiçado? Pergunto o que faço, mas que ninguém me consegue responder. Não sei se é medo ou angústia, não sei se é para me proteger ou se é para me fazer sentir pior do que eu me sinto.
Na minha cabeça só existe confusão, mas ninguém me vem trazer a luz para me iluminar? Será que mereço isso? Será que este é o meu cruel destino?
Perco-me no meio de tanta confusão. Perco-me mas não à uma pessoa que me procure. Não à ninguém que se importe comigo. Será isto justo para uma pessoa como eu?
Esta bem eu não sou nenhum santo ou algo de outro mundo, mas todas as pessoas são importantes, o que fazem deve sempre marcar a diferença. Sou apenas uma pessoa que pede ajuda as outras que passam na rua, mas nenhuma delas é capaz de estender a sua mão para ajudar um pobre ser caído no chão.
O que se passará na cabeça das outras pessoas? Andaram elas tão preocupadas com coisas subjectivas que não demonstram atenção em ajudar os outro que pedem ajuda, piedade e até muitas vezes clemência?
O que será que aconteceu às pessoas boas deste mundo que estavam dispostas a ajudar as outras mais carenciadas, podem me dizer? Mais uma vez há mais perguntas do que respostas. Mais uma vez surge na minha cabeça uma enorme confusão. O mundo se vai deteorizando lentamente até chegar ao ponto de não haver mais nada para destruir.
Quando é que isto irá acabar? Quando é que as pessoas vão recuperar a sua dignidade e a sua alma? Quanto tempo é preciso para isso acontecer? Quando é que os sonhos de crianças, adolescentes, adultos e até idosos serão realizados?
Será preciso alguém se sacrificar para que as pessoas possam ter consciência do que se está a passar no seu redor? É preciso que as pessoas dei-em conta que o mundo não é um lugar onde todos vivem bem, onde todos têm direitos e que só existe justiça e que o bem permanece. Espero que as pessoas acordem antes de outras dêem o seu último grito.  
ACORDEM POR FAVOR!!!!
         Eu só quero acordar quando neste mundo as pessoas estiverem iguais para iguais de direitos e de justiça. Eu só quero acordar quando este mundo em que habito for um lugar agradável e que de prazer aqui viver.
sinto-me:
música: My Chemical Romance
publicado por EA às 19:31

Sábado, 03 de Novembro de 2007

Por mais que custe viver sem ti, vou ser capaz… Não deixarei a minha vontade de te querer, dominar o meu corpo. Sei que é quase impossível ter-te, desejar-te como outrora desejei, sentir como em sonhos tão reais senti…

Não posso culpar a vida pelos meus, nossos, erros… Acho que ninguém teve culpa do seguimento que demos a nossa relação, ou da possibilidade remota de uma futura relação..

O clique que havia em nós parece ter desaparecido, parece que agora somos meros desconhecidos, que de vez em quando questionamos como vai a vida um do outro..

Sabes, quando penso no que se passou, fico um pouco parvo a pensar como é que isto aconteceu.. Não percebi a causa do nosso afastamento, da nossa falta de comunicação, da nossa falta de compreensão… Queria que todo voltasse a ser diferente, sei que nunca foste minha, nem que a minha vontade de te ter, foi capaz de superar a distância que havia entre nós, não física, mas distância de afectos… Mas….

Fico triste sem razão, tenho vontade de deixar cair a lágrima que sistematicamente se encontra ao canto do olho….

 Quero libertar a alma, deste corpo funesto, tentando assim alcançar a lua e as estrelas…

Acho que sempre que era noite e a lua se encontrava no seu auge imaginava como é que estavas, se estarias também a apreciar esse momento de rara beleza, que a mim tanto fazia sonhar..

Ainda queres dar-me uma possibilidade a nós???   

sinto-me:
música: Marina Elali - Você
publicado por EA às 18:45

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

Na depressão da vida, nos erros que cometemos, no encandeamento de indecisões, nas contrariedades… Tudo nos faz pensar, reflectir, questionar….

Será que, ainda não sabemos distinguir o certo do errado..??? Será que ninguém sabe ou tem certeza dos caminhos a percorrer..???

 

Perguntas que me fazem pensar, reflectir e até mesmo, questionar-me acerca de mim mesmo e daqueles que me rodeiam.

Como sabemos que erramos…??

Não existe pré – sinalização a avisar-nos de perigo… Caminhamos assim a largos passos para um abismo, onde nos afundamos em indecisões geradas essencialmente no medo de voltar a arriscar, assim, na maioria das vezes, conformamo-nos com o pobre destino que julgamos guardado para nós, sem tentar arriscar em algo melhor..

Será que gostamos mesmo de nós??? Ou apenas queremos tentar sobreviver numa sociedade que nos tira constantemente o ar da boca e o chão dos pés???    

Dilemas estes, que me fazem pensar e imaginar que ainda existe muito para tentar modificar… Todos sabemos que não existem pessoas perfeitas. Que mesmo Deus, cuja sua imagem transparece perfeição, não conseguiu retirar do mundo a guerra e a fome…

Mas ele neste caso não errou… Ele tenta, na minha opinião, demonstrar que nem sempre temos controlo de tudo, que mesmo sendo ele o criador do Céu e da Terra, não conseguiu resolver estas questões, que tanto fazem sofrer inúmeras pessoas todos os dias..

Ele era um só… Nós hoje em dia, somos milhões…

Não devemos deixar isto continuar… Não podemos deixar que os erros de uns, prejudiquem a vida de outros. Temos que tentar continuar o que alguns já tentaram fazer pela Humanidade…

Mesmo errando hoje, temos sempre forma de tentar melhorar o amanhã…

Não deixem que as indecisões e os medos vós controlem… Tomem as rédeas da vida e tentem caminhar para um rumo melhor, sem que ninguém sabia lesado…

sinto-me:
música: Yann Tiersen - Summer 78
publicado por EA às 22:20

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Últ. comentários
Olá Daiane!Sou Psicóloga e fazendo uma pesquisa no...
Olá ! Agradeço as visitas que recebo de sua parte ...
Não pude deixar de vir cuscar e comentar! Goste...
Olá! =)Todos nós merecemos um "miminho" ocasionalm...
Oh... Isso foi tão incrivelmente fofo. Agora fique...
Gosto
boa música e bom vídeo!
Dói sim! Só pode doer, quando o ser interior é tão...
Olá :)Gostava muito de falar melhor contigo! Neste...
Nicka, até eu gostava de ouvir um seu "meo" da pes...
O que me vai na alma...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro