Criando um mundo à minha medida... -"Grande mundo!!! Tu só medes 1.80"...

Terça-feira, 20 de Outubro de 2009

The only reason to give multiple reasons is, you are searching for what the person wants to hear.

tags:
publicado por EA às 16:46

Domingo, 27 de Setembro de 2009

Depois de passar tanto tempo na cama deitado sem ser a dormir, não sei qual será a parte do meu corpo que esta mais esta atrofiada. Cheira-me que vem ai um humor lixado para o dia de hoje.

 

P.S - Votar e voltar para a cama, como se de uma guerra nuclear se trata-se, sair fora do abrigo para ir buscar matimento e voltar a abrigar-me.

sinto-me: atrofiado dos membros
música: Muse - Soldier`s poem
tags:
publicado por EA às 13:42

Domingo, 18 de Janeiro de 2009

 

 

música: Au revoir Simone - the lucky one
tags:
publicado por EA às 11:01

Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

 No início de cada ano gosto de saber o que, os ditos astrólogos dizem acerca do meu signo (Carneiro).

 

 

 

Este ano calhou ler coisas do género: " O ano 2009 para os nativos de Carneiro, será caracterizado pela introspecção." Eu: - Simmmm.. "  Durante este ano terão a influência especial da Carta de Tarot o Eremita, que acentuará a vontade e a necessidade de se conhecerem melhor." Eu:  - Normal?? Ou não??? Que mais... " Por outro lado, os nativos deste signo também estão sob influência da Carta de Tarot 7 de Espadas, que significa que começarão agora a ser preparados novos planos. " Eu: Ya.. Deixar de ler coisas destas, até chegar o próximo ano, plano estabelecido.

 

 

 

Apercebi-me que sou mais frágil do que pensava que rapidamente vou abaixo, senti falta das pessoas de quem gosto e por quem gostava de estar rodeado mas, por algum motivo não dá não deu e, dificilmente um dia será possível.
Este ano foi um ano estranho, começou com problemas ainda por resolver do ano anterior (2007), com perspectivas de mudança e de me crer impor ao mundo. Conheci pessoas novas, larguei pessoas já conhecidas, mais uma vez tomei decisões certas, decisões erradas, mas agi.

 

Gostei de ver em mim mesmo perseverança, não fugi e lutei por quem queria, por quem amo, apenas foi pena não ter reciprocidade.

 

Estes dias fazem-me sentir mal, sentir uma intensidade negativa,  sentir-me pior ainda. Li um livro que dizia que estes momentos ficam para sempre marcados na nossa ME (Memória Existencial), dificilmente desaparecem e raramente são superados.  Pode ser que aprenda com os mesmos e retire a dor que tenho no corpo.

 

Tenho vontade de vestir-me de preto, de pintar o cabeço de negro e serrar os dentes às pessoas, demonstrar que não sou a cara feliz que apresento, que também sou como eles um ser Humano, com limitações e receios. Nenhum de nós é feito de ferro, mas não podemos estar sempre de cabeça para baixo, cabe a cada um de nós dar o nosso melhor às pessoas que nos rodeiam, mesmo que nem sempre essas sejam merecedoras do nosso esforço.

Isto ensinou-me a sentir o vento de maneira diferente, de saber ouvir o cair da chuva, sentir o frio a subir pela espinha acima enquanto estou deitado na cama, na vasta e efémera cama de casal, de ouvir música de piano e olhar para as fotos afixadas à parede, todas elas com expressões diferentes, todas elas com histórias diferentes todas elas apenas minhas e só minhas...

Ano de 2009 peço-te para além de saúde, trabalho e o bem-estar dos meus, peço-te que me ajudes a mudar, que cries acções que me façam mudar e tomar decisões. Quero ser mais do que um rapaz de 1,80m, com olhos e cabelos castanhos-claros, com boa aparência. Quero ter alguém que me veja para além da aparência que tenha ou que possa vir a cultivar, quero apenas uma alma que cresça e com quem eu possa crescer também..

 

Feliz Ano de 2009 para todods, aprendam a serem felizes, pois os nossos problemas ao lado dos problemas das pessoas que não têm nada, são insignificantes. Eu aprendi a dar valor ao que existe ao redor do meu olhar... 

 

 

sinto-me: Em construçao, 1dia serei algo
música: Sobre todas as coisas - Maria Rita
tags:
publicado por EA às 20:48

Sábado, 25 de Outubro de 2008

Agarra-te a mim como se disso depende-se a tua vida, aquece meu corpo com o teu jeito de ser com o teu carisma e amor, agarra-te a mim.

Partilha comigo o momento o ardor das palavras a mágoa de perder... Faz do bater dos nossos corações a essência de  um só, cronometrado apenas para viver os bons momentos e esquecer o passado...

Partilha teus lábios comigo, o mistério de saber o que guardam, o calor que transmitem, o desejo de crer vincarem nos meus...

Faz-me sonhar, rodar, girar em fantasias e ilusões. Viajens, passeios, jantares.. Tretas que às vezes tem significado mas apenas são bocados superficiais, porque aquilo que quero não está em nada disso, mas sim, na pessoa que partilha comigo esse momento. Essa sim me faz viajar dm sonhos, me faz passear em pensamentos e no fim de contas alimenta a minha essência com o seu amor...

Palavras para que...

sinto-me: Baixinhoooo
música: Corrine Bailey Rae
tags:
publicado por EA às 22:21

Sábado, 11 de Outubro de 2008

Mais um grão, mais um segundo, menos um dia...

Tudo permanece, nada se altera. Vives o que consegues viver, o que estás disposto a enfrentar, aquilo que realmente tem importância para ti.

Segues lentamente a passos curtos com o coração nas mãos, tentas descobrir o que existe por detrás das portas que subitamente vão surgindo na tua vida.

Fantasias, ilusões, desilusões e até o próprio lado negro das coisas vês, sempre desejas-te desconhecer a dor e ela por incrível que pareça surgiu perante ti e apresentou-se sem deixar espaço de fuga.

Pensas no que seria ideal para ti, o que seria ideal para um nós, pensas... Como sempre, não chegas a conclusão nenhuma, apenas fica no teu subconsciente mais um dilema ansioso por respostas. 

Tentas ao máximo viver pela filosofia de outros, desta vez Ricardo Reis : "Para ser grande, sê inteiro". Mas, até nisso vês as tuas limitações. Descobres que por mais que queiras crescer para seres maior, existe sempre alguém que agarra fervorosamente as tuas pernas e puxa-te para baixo, derrubando-te sem piedade.

Conclusão podes estar bem lá no auge, sentido o cheiro da vitória, seres o maior de todos mas nunca te esqueças, por baixo de ti estão milhares e todos eles querem alcançar o que é teu. Nada nesta vida é dado por garantida além da própria morte...

sinto-me: o vento
música: Coco rosie - Madonna
tags:
publicado por EA às 19:18

Sábado, 21 de Junho de 2008

Um dia irei conseguir  chegar na rua olhar para o céu e dizer: "Eu sou capaz"..

Irei erguido e sem medo, enfrentarei as batalhas que a tantos anos fujo.. Poderei sorrir e dizer eu sou feliz..

Ainda terei que passar por muito, derrotar o lado negativo que existe em mim, negar a existe de fraqueza, ser apenas um ser genuíno.

Sei que para muitos será revoltante, sei que para muitos será o auge da felicidade que desejam para mim, mas para mim mesmo, será apenas um desejo à muito por concretizar...

Just one be happy..

sinto-me: O miudo...
música: Silence 4 - A little respect
tags:
publicado por EA às 21:57

Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Cortas meu peito com teus lábios.

Lábios vividos, conhecedores de experiências de momentos...

Criadores de sensações e prazeres..

Lábios de vida,

Boca de morte..

Retiras com um simples e amável beijo um bocado da minha triste e efémera sorte...

Boca de risos,

Lábios de morte...

Sonho de qualquer poeta às portas da morte...

Boca e lábios de infindável sorte....

sinto-me: Como um cego
música: Goldfrapp - Some People
tags:
publicado por EA às 21:25

Domingo, 25 de Maio de 2008

Somos tão diferentes...

Vivemos nossas vidas de maneira tão distinta e antagónica que, lá bem no fundo até assusta. Mas, também assusta estar aqui e não te ver, não conseguir tocar-te com a pontinha da falange, sentir tua respiração, teu sorriso..

Por incrivel que pareça, por breves e incontáveis segundos, consigo visualizar-te no meu inconsciente de uma maneira  tão repentina e devastadora, mas ao mesmo tempo tão saborosa...

Gostava que o meu inconsciente fosse comandado por mim, não fosse levado por emoções e memorias, que tanto queremos esquecer e que não conseguimos apagar...

Descobri que não vale a pena tentar, não vale a pena querer apagar o que foi feito, o que foi sentido e o cometido. O mal esta feito, as consequências vão surgindo pouco a pouco, mas em escalas estrondosas, deixando para trás um rasto de destruição eminente...

Gostava de às vezes deixar de ser um átomo feito de sensações. Se me fosse dado a escolher, antes preferia ser um conjunto de massas e ossos impenetráveis, deixando sentimentalismos à parte..

Deixando apenas um ego a preponderar sobre as emoções...

 

P.S - A música que menciono, mesma do blog, é cantada por uma menina com uma voz magnifica, mas o mais curioso é que esta, apenas tem seis anos de idade.. (um aparte)

sinto-me: Não me sinto...
música: Connie Talbot - Somewhere over the rainbow
tags:
publicado por EA às 19:01

Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

 

Tira a triste e pesada roupa do teu corpo. Da expressão aos membros que revestem o teu corpo. Liberta a mente sonhadora desse pesado e morbido corpo.

Deixa a alma ser libertada...

Voa...

sinto-me:
música: I ll Try - Jonatha
tags:
publicado por EA às 20:16

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Últ. comentários
Olá Daiane!Sou Psicóloga e fazendo uma pesquisa no...
Olá ! Agradeço as visitas que recebo de sua parte ...
Não pude deixar de vir cuscar e comentar! Goste...
Olá! =)Todos nós merecemos um "miminho" ocasionalm...
Oh... Isso foi tão incrivelmente fofo. Agora fique...
Gosto
boa música e bom vídeo!
Dói sim! Só pode doer, quando o ser interior é tão...
Olá :)Gostava muito de falar melhor contigo! Neste...
Nicka, até eu gostava de ouvir um seu "meo" da pes...
O que me vai na alma...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro