Criando um mundo à minha medida... -"Grande mundo!!! Tu só medes 1.80"...

Terça-feira, 01 de Janeiro de 2008

Depois de mais um dia de emoções intensas, decidi que o melhor local para descansar é aquele café que tantas histórias nossas têm...

Abri a porta, e comigo entrou um sopro frio de Inverno avassalador, capaz de fazer sentir em qualquer ser humano um arrepio da cabeça aos pés. De seguida retirei o casaco e coloquei em cima do bengaleiro… Dirigi-me junto ao balcão e pedi um galão. Galão esse tão característico, que liberta da empregada um sorriu, mas daqueles sorrisos acolhedor e ternurento.

Por fim, vira-me as costas e começa a preparar o mesmo.

Observo o espaço, reparo que hoje o café encontra especialmente cheio, mas ao mesmo tempo o que importa?? Quem procuro não encontro. Solta-se de dentro de mim um sorriso cínico e céptico.

Adiante, chega a senhora com o galão perguntando se não pretendo mais nada.

Eu, com cara de poucos amigos, volto-me para ela e respondo: “O que eu quero não me pode dar!”. Mais uma vez sou surpreendido pela resposta, por ter sido tão rápida e directa: “Só não tem porque não quer! Tem tudo a sua disposição…”, e senta-se em cima da mesa.

A minha cabeça ficou a martelar a expressão: “Só não tem porque não quer! Tem tudo a sua disposição…”. Tive que dar o braço a torcer a citação.

Engoli de uma só vez o galão e sai do café…

No meio da rua, tropeçando entre malas e embrulhos de Natal, fico a pensar, que a senhora tem toda a razão, sou parvo e ingrato.

Posso não ter o que mais desejo, mas tenho amor daqueles que me amam, tenho comida em cima da mesa, tenho roupa para me agasalhar nestes dias em que o frio marca fortemente…

Vi agora, que sou apenas mais um mentiroso, pois costumo dizer que apenas preocupo-me com os outros e deixo os meus problemas para trás. Estou preocupado comigo mesmo, ando a dar importância a coisas de menor valor.. Tanta boa gente que vive na rua e que não tem que comer e eu a pensar que não sou feliz…

Sinto-me a mais hedionda das pessoas… Preocupar-me com um amor que não é amor, apenas ilusões ou atracão, (assim espero), e não dar valor as verdadeiras coisas, a miséria, a falta de compaixão que existe entre nós Seres Humanos, não sei…

Só espero que não estejamos a levar o nosso mundo para um poço sem fundo…

sinto-me: com medo do amanha...
música: Yann Tiersen - L`apres midi
publicado por EA às 19:59

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16

21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


Últ. comentários
Olá Daiane!Sou Psicóloga e fazendo uma pesquisa no...
Olá ! Agradeço as visitas que recebo de sua parte ...
Não pude deixar de vir cuscar e comentar! Goste...
Olá! =)Todos nós merecemos um "miminho" ocasionalm...
Oh... Isso foi tão incrivelmente fofo. Agora fique...
Gosto
boa música e bom vídeo!
Dói sim! Só pode doer, quando o ser interior é tão...
Olá :)Gostava muito de falar melhor contigo! Neste...
Nicka, até eu gostava de ouvir um seu "meo" da pes...
O que me vai na alma...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro