Criando um mundo à minha medida... -"Grande mundo!!! Tu só medes 1.80"...

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

Quem és tu?

Que  bates à porta e não queres entrar, que escutas minhas preces mas temes enfrentar-me...

Quem és tu?

Deixa os medos e apresenta-te, vive e deixa-me viver deixa a sombra e faz-te alguém. Tens medo de entrar, de abrires a porta que está encostada que separa a minha realidade da tua..

Quem és tu?

Escutas e olhares, respirações e palpitações tudo está presente. Sigo o inevitável e inconstante presente sempre olhando para trás com medo de dar de caras contigo e sentir o arrependimento de nunca te ter guardado...

Quem és tu?

 

sinto-me:
música: Silence 4
tags:
publicado por EA às 21:31

"Sou tudo o que perdeste. Nunca me perdoaras. A minha memoria atravessa-se na tua história. Nada há a perdoar. Nunca me perdoaras.

Até de mim escondo a minha dor; só a mim revelei a minha dor. Há tudo a perdoar.

Nunca me poderas perdoar. Se ao menos tivesses podido ser minha, o que não seria possivel no mundo..."

 

Rushdie, Salman; Shalimar o Palhaço

 

sinto-me:
música: Yann Tiersen - Coma
publicado por EA às 17:04

Domingo, 26 de Outubro de 2008

A tua respiração ofegante, a mão que passa pelo meu corpo cansado,

os lábios conhecedores de prazer, tua voz silenciadora e acolhedora,

o seu olhar profundo e amigo, a tua maneira de pensar e de me fazer pensar...

Faz falta  ter-te...

Sentir que os lençóis que cobrem esta cama ainda são os mesmo que antigamente foram usados por nós, que ainda tem presos a si o  cheiro do teu corpo do teu amor.

Sinto falta do abraço que me foi prometido e que nunca foi-me dado, sinto falta dos beijos que tive medo de roubar e que hoje fazem-me falta..

Tenho saudade da tua companhia não física mas da companhia que preenchia o meu molestado coração. Queria que voltasses a fazer parte de mim.. Gostava muito...

Hoje pensei mais uma vez em ti.... 

sinto-me: pensativo
música: aquela que bate no coração
tags:
publicado por EA às 20:53

Sábado, 25 de Outubro de 2008

Agarra-te a mim como se disso depende-se a tua vida, aquece meu corpo com o teu jeito de ser com o teu carisma e amor, agarra-te a mim.

Partilha comigo o momento o ardor das palavras a mágoa de perder... Faz do bater dos nossos corações a essência de  um só, cronometrado apenas para viver os bons momentos e esquecer o passado...

Partilha teus lábios comigo, o mistério de saber o que guardam, o calor que transmitem, o desejo de crer vincarem nos meus...

Faz-me sonhar, rodar, girar em fantasias e ilusões. Viajens, passeios, jantares.. Tretas que às vezes tem significado mas apenas são bocados superficiais, porque aquilo que quero não está em nada disso, mas sim, na pessoa que partilha comigo esse momento. Essa sim me faz viajar dm sonhos, me faz passear em pensamentos e no fim de contas alimenta a minha essência com o seu amor...

Palavras para que...

sinto-me: Baixinhoooo
música: Corrine Bailey Rae
tags:
publicado por EA às 22:21

Sábado, 11 de Outubro de 2008

Mais um grão, mais um segundo, menos um dia...

Tudo permanece, nada se altera. Vives o que consegues viver, o que estás disposto a enfrentar, aquilo que realmente tem importância para ti.

Segues lentamente a passos curtos com o coração nas mãos, tentas descobrir o que existe por detrás das portas que subitamente vão surgindo na tua vida.

Fantasias, ilusões, desilusões e até o próprio lado negro das coisas vês, sempre desejas-te desconhecer a dor e ela por incrível que pareça surgiu perante ti e apresentou-se sem deixar espaço de fuga.

Pensas no que seria ideal para ti, o que seria ideal para um nós, pensas... Como sempre, não chegas a conclusão nenhuma, apenas fica no teu subconsciente mais um dilema ansioso por respostas. 

Tentas ao máximo viver pela filosofia de outros, desta vez Ricardo Reis : "Para ser grande, sê inteiro". Mas, até nisso vês as tuas limitações. Descobres que por mais que queiras crescer para seres maior, existe sempre alguém que agarra fervorosamente as tuas pernas e puxa-te para baixo, derrubando-te sem piedade.

Conclusão podes estar bem lá no auge, sentido o cheiro da vitória, seres o maior de todos mas nunca te esqueças, por baixo de ti estão milhares e todos eles querem alcançar o que é teu. Nada nesta vida é dado por garantida além da própria morte...

sinto-me: o vento
música: Coco rosie - Madonna
tags:
publicado por EA às 19:18

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

27
28
29
30


Últ. comentários
Olá Daiane!Sou Psicóloga e fazendo uma pesquisa no...
Olá ! Agradeço as visitas que recebo de sua parte ...
Não pude deixar de vir cuscar e comentar! Goste...
Olá! =)Todos nós merecemos um "miminho" ocasionalm...
Oh... Isso foi tão incrivelmente fofo. Agora fique...
Gosto
boa música e bom vídeo!
Dói sim! Só pode doer, quando o ser interior é tão...
Olá :)Gostava muito de falar melhor contigo! Neste...
Nicka, até eu gostava de ouvir um seu "meo" da pes...
O que me vai na alma...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro