Criando um mundo à minha medida... -"Grande mundo!!! Tu só medes 1.80"...

Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Pedis-te um dia para escrever algo sobre ti…

Sabes que para mim não é fácil falar sobre ti. É como estar a falar de algo que conheço tão bem, mas que ao mesmo tempo esta sempre a surpreender e a deixar-me sem palavras...

Tenho pena de já não estarmos sempre em permanente contacto, dos nossos bons dias animados, das gargalhadas matinais e até dos olhares que tanto diziam… Como tenho saudades…

Mas o tempo muda as coisas. Mas o mais engraçado é que eu mudei, não sei se para melhor, ou como dizes apenas estou numa fase em que a vida não me sorri e eu dificilmente tento sorrir para ela.

Sei que contigo posso abrir, dizer o que me apetecer, dizer o que sinto, mostrar a pessoa que realmente sou e que gosto de guarda-la apenas para quem gosto e acho merecedor de a conhecer. Criticas-me e censuras-me, dizes que se assim não fosse eu estaria bem, que a minha vida estava a andar para a frente muito mais facilmente. Mas que te posso dizer, sou eu, mesmo que tenha feito planos de mudança acho que nunca deixarei de ser este rapaz que conheces que apenas gosta de ser feliz e de principalmente, ver quem gosta bem na vida.

Adoro quando te conto o que se passa comigo e não me censuras pelas acções que faço, adoro o teu sentido de humor e como gostas de brincar com os meus problemas, acho que lhes consegues dar a devida importância. Importância essa que eu ainda não aprendi a dar. Mas acho que és boa nisso é por causa da tua idade mais nada, não seja convencida, velhota :P

Sabes que para mim estes últimos meses, a minha vida parece uma roda vida, quanto mais tento melhorá-la pior fica… Gostei do que fizeste por mim, o nosso passeio e principalmente da brisa de ar que libertas-te de ti para mim.

Sabes que para além do dinheiro e do status que ostentas nesta sociedade gosto de ti por seres quem és, sincera, honesta e nunca deixares ninguém para trás e principalmente gosto do teu ombro, onde posso dizer que tenho o prazer de muitas vezes ir lá desabafar. Ahhhh, não nos esqueçamos desse corpo, hummm que perdição. Lol

Espero que nunca faça nada que te afaste de mim, como até hoje tem vindo a acontecer com as outras pessoas que vivem em meu redor. Desejo que a nossa amizade seja daquelas que duram a vida toda. Pronto toda também é muito tempo para nós, mas pelo menos mais 100 anos, deve chegar.

Só quero é que não te preocupes tanto comigo, sabes que isto com o tempo vai ao sitio, esta fase de depressão irá um dia ter fim e acho que com o teu apoio e daqueles que me querem bem vais ver que não tarda muito irei voltar ao normal, se é que em mim existe esse estado…

Espero em breve poder dar-te boas noticias….

Beijos minha rata velha, és uma parte bastante significativa da minha vida, espero que nunca essa parte desapareça.

sinto-me:
música: Anna Nalick - Breathe
tags:
publicado por EA às 20:44

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16

21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


Últ. comentários
Olá Daiane!Sou Psicóloga e fazendo uma pesquisa no...
Olá ! Agradeço as visitas que recebo de sua parte ...
Não pude deixar de vir cuscar e comentar! Goste...
Olá! =)Todos nós merecemos um "miminho" ocasionalm...
Oh... Isso foi tão incrivelmente fofo. Agora fique...
Gosto
boa música e bom vídeo!
Dói sim! Só pode doer, quando o ser interior é tão...
Olá :)Gostava muito de falar melhor contigo! Neste...
Nicka, até eu gostava de ouvir um seu "meo" da pes...
O que me vai na alma...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro